CONFIRA NOSSAS COTAÇÕES
Horário da CEASA - Domingo/Segunda: início à meia-noite do domingo às 18h da segunda-feira | Terça à Sexta: das 03h às 18h | Sábados: das 03h às 12h   Feira de Orgânicos - Toda Quarta, das 05h às 10h   Feira de Flores - Terças/Quintas/Sábados das 05h às 07h
CEASA-PE > Notícias
 
10.06.2013
Valor da cesta básica cai 2,48% no Recife
 

Da Redação

No mês de maio, a pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócioeconômicos (Dieese) mostrou que 12 de 18 capitais brasileiras tiveram queda no preço médio da cesta básica. Segundo a instituição, desde novembro não havia redução em tantos itens da lista. No Recife, o valor caiu 2,48%, com custo médio de R$ 290,94.

O resultado teve maior contribuição no quilo do preço do tomate, que declinou 22,69% na Capital pernambucana no último mês. No mesmo período, o quilo do açúcar ficou 8% mais barato, conforme os dados. As maiores quedas ocorreram emManaus (-4,91%), Salvador (-3,76%) e Belo Horizonte (-3%). Entre as seis capitais onde houve alta, a maior foi registrada emCampo Grande (3,59%), seguida por Porto Alegre (3,49%) e Goiânia (3,43%). A cesta básica mais cara continua sendo a de São Paulo, onde o valor médio é R$ 342,05. A cesta mais barata é a de Aracaju, que custa, em média, R$ 240,72. De forma geral, os preços da cesta foram influenciados, além do tomate e do açúcar, pelas quedas também verificadas em produtos como óleo de soja, café em pó e carne bovina.

No entanto, o leite in natura, o feijão, a farinha e o pão francês ficaram mais caros em quase todo País. No Recife, a banana foi o item que mais encareceu emmaio, com 18,47% de alta. Entre janeiro e maio deste ano, as 18 capitais analisadas pelo Dieese apresentaram alta nos preços das cestas básicas. A maior ocorreu em João Pessoa, com alta de 20,49%. De acordo com o Dieese, o salário mínimo ideal, que supriria as despesas de um trabalhador e de sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, deveria ser de R$ 2.873,56 em maio, valor 4,27 vezes superior ao vigente no País, de R$ 678. Em 8 de março, a presidente Dilma Rousseff determinou a desoneração de impostos federais para todos os produtos que compõem a cesta básica, além de ampliar o número de itens. Na ocasião,o Governo anunciou a expectativa de que a isenção levasse à redução de pelo menos 9,25% no preço das carnes, do café, da manteiga e do óleo de cozinha, e queda de 12,25% no preço da pasta de dentes e dos sabonetes.

 
Fonte: Folha PE
 
© 2014 CEASA Pernambuco.
Todos os direitos reservados
BR 101 Sul • Km 70 • Edifício Adm. Central • 2º Andar
Curado • Recife PE • 50790-900 3035-8000
CNPJ: 06.035.073/0001-03
Topo